-

Dia das Crianças 2014 com a Obra Social do Engenho Pequeno

Visita Solidária – Outubro 2014
Visita realizada em 11/10/2014 pela Rede E-Solidário ao projeto
Obra Social do Engenho Pequeno

Nossa festa do Dia das Crianças deste ano foi com o projeto Obra Social do Engenho Pequeno, em São Gonçalo – RJ. Visitamos a instituição, conhecemos sua história, levamos brinquedos e doacões e nos divertimos muito com a criançada.

Detalhe de uma das salas de aula.

 

A instituição

A Obra Social do Engenho Pequeno, também conhecida como Creche tia Madá, começou há quase 18 anos. Inicialmente a tia Madá cuidava de sua neta, filha da Eliane, e de uma criança da comunidade que tinha quebrado o braço. Aos poucos mais crianças chegaram e a creche tomou forma ocupando a casa da Eliane.

03_inicio

Início do projeto.

Com o aumento do número de crianças, surgiram a necessidade e o sonho de construir uma creche. Procuraram por muito tempo e, em 2002, acabaram por encontrar um terreno do lado de casa.

Nesta época conheceram a ONG Água Doce, que viabilizou a compra do terreno e a construção da creche. Eles fizeram o projeto e executaram a obra, tudo financiado graças a contribuição de funcionários de um banco italiano. Os funcionários doavam o valor de seus tíquetes refeição. Este dinheiro foi utilizado pela ONG Água Doce para custear a compra do terreno e a construção do prédio.

Eliane, responsável pelo projeto, e sua mãe, a tia Madá, contam a história da instituição para o grupo de visitas.

A construção começou em 2002, mas devido à dificuldade de acesso ao local, a obra demorou 2 anos para ficar pronta.

04_construcao01

O local era de difícil acesso e os primeiros itens a chegar foram as caixas d’água.

O objetivo da ONG e do banco italiano era entregar o prédio construído. As responsáveis pelo projeto tiveram que correr atrás de recursos para equipar o local e viabilizar a creche. Da parte interna, apenas o berçário foi entregue montado.

Durante os 5 primeiros anos,  de 2004 a 2009, 3 funcionários do banco vinham anualmente para se hospedar na creche e conhecer o projeto que haviam ajudado a construir.

 

Dificuldades

Em 2005, após o término da ajuda que chegava através da ONG, as responsáveis pelo projeto foram procurar a prefeitura de São Gonçalo e fizeram uma parceria. A prefeitura repassa uma verba para cada criança de 7 meses a 5 anos matriculada. No entanto, os repasses atrasam e, com isso, atrasam também os pagamentos dos funcionários. Muitos deles acabam tendo que abandonar o projeto.

Recentemente a prefeitura cortou a verba quase pela metade para todas as creches de São Gonçalo. A Obra Social do Engenho Pequeno, que recebia um montante para atender a 100 crianças, passou a receber apenas para 60. Mesmo com essa redução significativa de recursos, a Eliane decidiu não dispensar os alunos e continua atendendo ao mesmo número. A forma de contornar essa situação foi tentar uma parceria com os pais, que contribuem eventualmente com itens como papel higiênico ou material escolar.

A instituição não tem água encanada, mas contornou o problema criando um sistema de captação de água da chuva. Apenas quando não chove por muito tempo é que se faz necessário pagar por uma pipa d’água para abastecer o local.

 

O projeto 

A creche funciona de segunda à sexta em horário integral, das 7:00 às 17:00. Apenas as crianças de 7 meses até 5 anos são contempladas com a ajuda da prefeitura. O projeto atende por conta própria várias outras crianças fora dessa faixa de idade.

Na creche as crianças tomam banho, café-da-manhã, almoço, lanche e jantar e participam de atividades de aprendizagem e recreação.

Uma das crianças atendidas dorme no bercário da instituição.

 

Hora da festa!

Enquanto os adultos conversavam a garotada se divertida na festa organizada pelo projeto, que contou até com DJ.

07_festa01

Salão da creche lotado de crianças.

Gustavo, o animador solidário, brincou com a garotada e tentou, sem sucesso, organizar a multidão de crianças para receber estalinhos e kits para fazer bolinhas de sabão.

08_festa02

Recreação.

Uma das brincadeiras era ver quem chegava primeiro até um amigo solidário. O Rafael foi o primeiro a receber o abraço coletivo.

09_festa03

:)

10_festa04

Agora todo mundo abraça a tia Piti!

A criançada se divertiu com os estalinhos e as bolas de sabão.

12_festa06

Gui, o mascote solidário, recebendo um ataque de bolinhas de sabão.

Filipe, nosso amigo solidário artista, levou vários desenhos para a garotada colorir.

13_colorir01

Distruibuição personalizada de desenhos.

Tivemos também pintura de rostos. As crianças pediam e os amigos solidários transformavam em arte.

19_pinturaDeRosto04

“Ela me pediu um poodle.”

Novos talentos dos amigos solidários foram revelados na visita.

17_pinturaDeRosto02

Rafael, ao centro, o mais novo membro do time de pintores solidários.

Foi uma manhã muito divertida.

18_pinturaDeRosto03

Música, dança e diversão.

 

Doações

A rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • Ventiladores
  • Freezer
  • Presentes e brindes para as crianças

 

Até a próxima

:)

Abraços Solidários,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Próxima Visita – Lar Santa Catarina

Visita Solidária – Novembro/2014
Visita programada para 02/11/2014
Lar Santa Catarina

Prezados Amigos,

No dia 02/11, domingo, às 09:15 visitaremos o Projeto Lar Santa Catarina em Petrópolis – RJ. Depois da visita teremos nosso almoço anual de confraternização.

A instituição abriga cerca de 36 atendidos entre crianças, jovens e adultos com graves deficiências mentais. Alguns possuem deficiência mental e física, não podendo levantar da cama.

O Lar Santa Catarina foi a primeira visita de Natal da Rede E-Solidário, em 2010. Foi um grande momento que passamos com nossos amigos. Para ler o artigo da visita e conhecer melhor a instituição, clique aqui.

2014-11-Santa-Catarina_quad

Próxima visita.

A instituição fica em local tranquilo. Vamos brincar, cantar e dar muitos abraços em nossos amigos. Será um grande evento solidário!

O abrigo possui funcionários e uma estrutura cara de se manter, por isso eles solicitaram as seguintes doações:

  • Colchões de Napa (para não absorver o xixi noturno)
  • Dois conjuntos de sofá de Napa
  • Um carrinho Zeus (específico para portadores de necessidades especiais)

 

Se você quiser participar do nosso Grupo de Visitas envie um Fale Conosco. Para ver os projetos que já foram visitados clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Bolão Solidário – Setembro/2014 – Doação de Fogão Industrial

Bolão Cesta Básica – Setembro/2014
Doação de Fogão Industrial para o projeto
Lar Alternativo Os Girassóis

A instituição atende famílias carentes que moram próximas ao Aterro Sanitário Morro do Céu em Niterói, cuidando das crianças enquanto os pais trabalham. As famílias também são auxiliadas e os pais recebem orientações básicas.

O projeto atende atualmente a 100 crianças de 5 a 10 anos de idade em regime integral. Também são oferecidas oficinas como Crochê, Informática, Jardinagem e Artesanato com material reciclado.

Recentemente ocorreu um aumento significativo no número de crianças e a instituição precisava de um fogão maior.

A Rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • 1 Fogão Industrial.

bolaoSolidario

Se o seu projeto social deseja receber um  Fogão Industrial então cadastre-se na Rede E-Solidário e informe na sua lista de pedidos, explicando também o motivo e os benefícios para a instituição. Clique aqui para cadastrar seu projeto.

Para consultar as doações realizadas pelo Bolão Cesta Básica clique aqui.

Para consultar as publicações do Bolão Cesta Básica no Blog E-Solidário clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br/

 

Categoria: Bolão Cesta Básica, Bolões Solidários `
Link pare este post 2 comentários
Compartilhar:

Projeto Frutificar – Sementes do bem

Visita Solidária – Setembro 2014
Visita realizada em 20/09/2014 pela Rede E-Solidário ao projeto
Projeto Frutificar

A visita solidária de Setembro de 2014 foi ao Projeto Frutificar no bairro do Barreto em Niterói – RJ.

10_entrada

Entrada da casa onde funciona o projeto.

 

A instituição

O projeto começou em 2009 quando a Maria Machado e um grupo de amigos viram a carência da comunidade e sentiram o desejo de fazer algo, mesmo possuindo poucos recursos. Atualmente a Maria, o Sr. Ézio e sua esposa Diná são os responsáveis pela instituição.

20_entrevista

Maria Machado, uma das responsáveis, conversou com nosso grupo de visitas.

A ideia no começo era bem simples: procurar uma família da região para ajudar. No entanto, ao se depararem com a situação de pobreza da comunidade, decidiram a ajudar 10 famílias através da doação de cestas básicas.

Estas famílias que recebiam ajuda eram convidadas a participar de grupos de oração na casa da Maria Machado. Aos poucos, começaram a aparecer mais crianças do que adultos para as reuniões. Perceberam então que as crianças vinham pelo lanche que era oferecido e muitas delas comentavam que não iam bem na escola. Nesse momento começaram os grupos de reforço escolar dentro da própria casa da Maria, ocupando quartos, salas, cozinha e qualquer outro espaço disponível.

Depois de algum tempo a casa da Maria ficou pequena para as crianças. No início de 2010 alugaram um espaço para continuar com o projeto. Dividiram entre si as cotas para pagar o aluguel.

No entanto o local era apenas um dos problemas. Eles não tinham nenhuma infraestrutura: faltava cadeiras, mesas, cadernos, quadro. Davam aula no chão e compravam material escolar quando era possível.

No final de 2010, com 30 crianças, perceberam que muitas delas tinham ido bem na escola e que as aulas de reforço fizeram a diferença. Nessa época os adolescentes começaram a chegar. Muitos pais procuravam os responsáveis pelo projeto para dizer que seus filhos já estavam se envolvendo com o tráfico.

95_adolescentes

Alguns dos adolescentes atendidos pelo projeto.

A Maria e seus amigos se viram desafiados a retirar os adolescentes desta situação de risco social. Ela foi procurar o instituto JCA, mantido pela Auto Viação 1001, que indicou o SESC/SENAI. O projeto passou a encaminhar estes jovens para os cursos oferecidos pelo SESC/SENAI, evitando que muitos deles seguissem o caminho da criminalidade.

21_entrevista

Um dos adolescentes do projeto conversa com o grupo de visitas.

 

O projeto

Atualmente atendem a 50 crianças. Muitas delas estão desde que o trabalho começou em 2009. Atendem também a alguns adolescentes que estão muito atrasados na escola.

As atividades acontecem das 18:30 às 20:00 às segundas, terças e quintas. Aos sábados são oferecidas atividades recreativas das 10:00 às 12:00. O trabalho não acontece mais dias da semana e por períodos mais longos por falta de voluntários.

 

Lanche

Depois da entrevista, hora do lanche.

30_lanche

Nossos amigos solidários doaram os alimentos para este gostoso café-da-manhã.

Segundo a Maria, muitas crianças aparecem no projeto apenas para o lanche, pois não têm o que comer em casa.

50_lanche

Levamos também suco e achocolatado.

60_lanche

:)

 

Apresentação

As crianças e adolescentes prepararam uma apresentação para o grupo de visitas.

80_apresentacao

Todos dançando.

90_apresentacao

Hora do show.

 

Doações

A rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • Vários itens de material escolar, como cadernos, canetas, lápis de cor etc.
  • Alimentos para o lanche servido aos alunos.
  • 2 mesas de 4 cadeiras para serem utilizadas pelas crianças.
100_doacoes

Material escolar.

Alegria dos alunos do projeto com o material doado.

120_doacoes

Isso não tem preço. :)

130_doacoes

Alunos e voluntários com o material doado.

Também entregamos alimentos para o lanche servido pela instituição.

140_doacoes

Alimentos.

Foram doadas 2 mesas de 4 cadeiras para serem utilizadas pelas crianças.

Mesas e cadeiras.

Mesas e cadeiras.

Até a próxima

Obrigado amigos solidários e até a próxima visita!

Abraços Solidários,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Bolão Solidário Setembro 2014 – Associação Refúgio

Bolão Construção – Setembro 2014
Doação de Alimentos para o projeto
Associação Refúgio

Um dos projetos escolhidos para receber o Bolão Solidário de Setembro/2014 foi a Associação Refúgio, uma ONG que atende a crianças e adolescentes no município de Cambé-PR.

O projeto existe há 14 anos e oferece atividades como Taekwondo, Jiu-jitsu, Balé, Capoeira e Música para aproximamente 300 assistidos. Ao longo desse tempo, a instituição vem adquirindo reconhecimento nacional e internacional pelo trabalho realizado com as crianças e famílias carentes da região.

A Rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • 1000 Tijolos
  • 30 Tábuas
  • 20 Treliças
  • 10 Sacos de cimento
  • 10 Sacos de cal
2014_09_01_refugio

Parte das doações entregues: tijolos e treliças.

2014_09_03_refugio

Tábuas para construção.

2014_09_04_refugio

Cimento e cal.

Se o seu projeto social deseja receber material de construção, cadastre-se na Rede E-Solidário e informe na sua lista de pedidos os itens desejados, explicando também o motivo e os benefícios para a instituição. Clique aqui para cadastrar sua instituição.

Para consultar as doações realizadas pelo Bolão Construção clique aqui.

Para consultar as publicações do Bolão Construção no Blog E-Solidário clique aqui.

Um abraço,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br/

 

Categoria: Bolão Construção, Bolões Solidários `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Próxima Visita – Festa do Dia das Crianças na Obra Social do Engenho Pequeno

Visita Solidária – Outubro/2014
Visita programada para 11/10/2014
Obra Social do Engenho Pequeno

Prezados Amigos,

No dia 11/10, sábado, às 09:30 visitaremos o Projeto Obra Social do Engenho Pequeno em São Gonçalo – RJ. Faremos a comemoração do dia das crianças com a instituição, que estava sem condições financeiras para realizar a festa.

Vamos aproveitar para levar muita alegria, brincadeiras e brindes para os pequenos amigos da instituição.

Participe!

Mais conhecido como Creche Tia Madá, o projeto funciona há 14 anos atendendo as famílias do bairro Engenho Pequeno no município de São Gonçalo – RJ e adjacências. São aproximadamente 150 assistidos entre crianças e adolescentes.

Inicialmente o projeto funcionava como uma creche em horário integral. Mas devido à demanda, passaram a atender a comunidade com reforço escolar, de forma a complementar o ensino básico e proporcionar o pleno desenvolvimento das crianças e adolescentes.

Para a visita, planejamos entregar as seguintes doações:

  • Lanche da festa
  • Brindes
  • Freezer
  • Alimentos para os lanches diários
  • Ventiladores

Se você quiser participar do nosso Grupo de Visitas envie um Fale Conosco. Para ver os projetos que já foram visitados clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Bolão Solidário Agosto 2014 – Doação de Alimentos [2]

Bolão Cesta Básica – Agosto 2014
Doação de Alimentos para o projeto
Obra Social do Engenho Pequeno

A Obra Social do Engenho Pequeno é uma instituição sem fins lucrativos que funciona há 14 anos atendendo as famílias do bairro Engenho Pequeno no município de São Gonçalo–RJ e adjacências. São aproximadamente 150 assistidos entre crianças e adolescentes.

As crianças são atendidas nas turmas de berçário I e II, maternal I e II, pré-escolar I e II e reforço escolar.

O projeto também atende a adolescentes de até 15 anos, com o objetivo final de inseri-los no Programa Jovem Aprendiz e incentivá-los a buscar cursos técnicos.

A Rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • Alimentos.
20140829_152024

Crianças do projeto com as doações.

Se o seu projeto social deseja receber alimentos, cadastre-se na Rede E-Solidário e informe na sua lista de pedidos os itens desejados, explicando também o motivo e os benefícios para a instituição. Clique aqui para cadastrar sua instituição.

Para consultar as doações realizadas pelo Bolão Cesta Básica clique aqui.

Para consultar as publicações do Bolão Cesta Básica no Blog E-Solidário clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br/

 

Categoria: Bolão Cesta Básica, Bolões Solidários `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Bolão Solidário Agosto 2014 – Doação de Alimentos

Bolão Cesta Básica – Agosto 2014
Doação de Alimentos para o projeto
Fundação Jesus de Nazaré

A instituição de Nova Campinas, Duque de Caxias-RJ, atende principalmente a crianças e adolescentes da comunidade. Oferece atividades de educação infantil, recreação e creche para as crianças. Os jovens e adolescentes têm à disposição cursos e oficinas. Além disso, atua como centro de convivência para idosos.

O projeto existe há mais de 15 anos e realiza uma importante campanha contra a desnutrição e oferece refeições diárias para os assistidos.

A Rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • Alimentos.
Agradecimento

O projeto nos enviou essa bela imagem de agradecimento pelas doações.

Se o seu projeto social deseja receber alimentos, cadastre-se na Rede E-Solidário e informe na sua lista de pedidos os itens desejados, explicando também o motivo e os benefícios para a instituição. Clique aqui para cadastrar sua instituição.

Para consultar as doações realizadas pelo Bolão Cesta Básica clique aqui.

Para consultar as publicações do Bolão Cesta Básica no Blog E-Solidário clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br/

 

Categoria: Bolão Cesta Básica, Bolões Solidários `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Próxima Visita – Projeto Frutificar

Visita Solidária – Setembro/2014
Visita programada para 21/09/2014
Projeto Frutificar

Prezados Amigos,

No dia 21/09, domingo, às 09:30 visitaremos o Projeto Frutificar no Barreto – Niterói – RJ.

2014_09_es_banner site_visita_blog

Visita Solidária de Setembro/2014.

A instituição funciona com trabalho voluntário e foi criada por amigos que viram a carência da comunidade e sentiram o desejo de fazer algo, mesmo possuindo poucos recursos. Atendem crianças e adolescentes oferecendo complementação escolar, alimentação e cestas básicas para as famílias mais necessitadas.

Na visita teremos brincadeiras com as crianças e entrevista com os responsáveis pela instituição.

O projeto solicitou a doação dos seguintes itens:

  • Mesas para crianças pequenas
  • Material escolar
  • Alimentos

Se você quiser participar do nosso Grupo de Visitas envie um Fale Conosco. Para ver os projetos que já foram visitados clique aqui.

Um abraço solidário,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post sem comentários
Compartilhar:

Instituto Santa Cruz de Esportes – A luta por um ideal

Visita Solidária – Agosto 2014
Visita realizada em 24/08/2014 pela Rede E-Solidário ao projeto
Instituto Santa Cruz de Esportes

A visita solidária de Agosto foi ao Instituto Santa Cruz de Esportes em Santa Cruz, bairro com um dos piores IDH do estado do Rio de Janeiro.

O projeto foi criado em 2004 por dois jovens da comunidade quando tinham apenas 17 anos. São oferecidas aulas de esportes, com foco no judô, para as crianças e adolescentes.

Conheça a história do projeto, dos alunos e ex-alunos e destes dois jovens que acreditam no esporte como força transformadora da sociedade.

00_bem-vindos

Painel com fotos dos alunos.


Histórias pessoais

Para conhecer o Instituto Santa Cruz de Esportes é preciso conhecer a história do Rafael e da Jeane, os dois responsáveis por sua existência.

Quando a Jeane era criança, foi participar de uma colônia de férias no SESI e um professor a convidou para o judô. Inicialmente ela não queria fazer as aulas, mas depois de algum tempo resolveu frequentar regularmente. Começou a participar e ganhar competições pelo SESI e passou por outros clubes, como o Flamengo. Chegou a ser atleta de alto desempenho, mas por falta de patrocínio teve que abandonar a carreira e decidiu se dedicar ao ensino.

10_jeane

Jeane, uma das responsáveis pelo projeto, com o Gustavo.

O Rafael também começou no judô no SESI e sempre pensou em oferecer aulas para os jovens da comunidade.

20_rafael

Rafael durante a entrevista.

Em 2004 os dois estavam com aproximadamente 17 anos, na época de cada um definir seu futuro. Tinham que escolher entre seguir na carreira de atleta, continuar os estudos, trabalhar… Eles fizeram tudo isso, mas decidiram que ajudar ao próximo seria prioridade. Juntaram forças, procuraram a Associação de Moradores e conseguiram um espaço para começar o projeto.

Hoje o Rafael está por concluir a faculdade de Educação Física e trabalha como professor, mas, segundo ele, o Instituto é sua atividade principal. A Jeane é funcionária da Comlurb no Centro do Rio de Janeiro e, por conta dos horários de trabalho variáveis, tem dificuldades para conseguir chegar a tempo para dar as aulas. Atualmente tenta a transferência para Santa Cruz, para se dedicar mais ao projeto.


SESI e SENAI

No passado, os prédios do SESI e do SENAI ofereciam uma ampla área de lazer e cursos para a comunidade. Foi lá que a Jeane e o Rafael começaram. Em 2007 as atividades foram encerradas e em 2010 os prédios foram devolvidos à prefeitura, que criou um abrigo para moradores de rua e dependentes químicos, o Rio Acolhedor.

30_predioOriginal

Foto dos prédios na época de sua inauguração.

A região já tinha problemas com o tráfico de drogas e milícias no local, um dos motivos para o fechamento do SESI/SENAI. No entanto, os moradores acreditam que essa situação pirou após a implantação do abrigo e que o projeto da prefeitura, apesar de interessante, traz mais riscos que benefícios à comunidade. A principal crítica é de que o abrigo foi um projeto criado sem diálogo com a população local. De repente, um espaço que oferecia lazer e cursos passou a ser utilizado para o atendimento a uma grande quantidade de pessoas, algumas das quais podem oferecer riscos à sociedade caso não recebam o cuidado necessário.


De volta aonde tudo começou

O Rafael sempre teve vontade de levar o projeto de volta ao prédio do SESI. A ideia de ocupar o local era resgatar o espaço, que contava com uma infraestrutura que poderia atender a muitas pessoas e estava abandonada. Antes do fechamento, várias atividades esportivas e de capacitação eram oferecidas aos moradores da comunidade.

Depois de muita insistência do Rafael, o responsável pela Associação de Moradores entrou em contato com o diretor do abrigo, que cedeu o espaço para o projeto.

40_abrigo

Entrada do projeto Rio Acolhedor.

A atitude é de aceitar e conviver com os abrigados. A convivência, no entanto, não é simples. Como alguns deles compram e vendem drogas e até mesmo cometem assaltos na comunidade, acaba existindo uma barreira entre os dois projetos. Não funciona da maneira que o Rafael e a Jeane idealizaram, de forma integrada.

No início os pais ficavam muito preocupados com a segurança dos filhos. Embora a convivência hoje ainda não seja a ideal, a iniciativa serviu para aproximar os púbicos. O preconceito contra os abrigados diminuiu quando a comunidade se aproximou. Até o comportamento dos abrigados está melhor.

Fica a impressão de que, se houvesse interesse por parte da prefeitura ou mesmo da iniciativa privada em investir no local, criando um projeto que oferecesse esporte, lazer e capacitação para a comunidade, além de um trabalho efetivo de reabilitação do público atendido pelo abrigo, iniciativas civis como o Instituto Santa Cruz de Esportes poderiam oferecer cursos para os moradores e promover a integração entre os abrigados e a comunidade.

50_instalacoes

Nosso grupo de visitas conhecendo a infraestrutura do local.


O projeto

A atividade principal do Instituto Santa Cruz de Esportes é o Judô. Mas também são oferecidas aulas de Muay Thai, Capoeira, Boxe Tailandês, Balé e Futebol. Todas ministradas por professores voluntários. Alguns tinham projetos na comunidade e foram convidados para ocupar o espaço e exercer suas atividades lá.

Recentemente as aulas de Natação tiveram que ser interrompidas por falta de recursos para a manutenção da piscina.

60_instalacoes3

Aulas de natação suspensas temporariamente.

O foco principal é passar os ensinamentos e valores do esporte, além de motivar os alunos e retira-los de uma situação de risco social, oferecendo oportunidades.

O projeto sobrevive de doações e do empenho dos responsáveis. Infelizmente os alunos de hoje ainda têm os mesmos problemas na época que os professores estudaram: comprar o quimono, pagar uma simples passagem de ônibus ou comprar o lanche durante uma competição.

70_salaTatame2

Sala dos tatames.

O que os mantém é ver as crianças que se destacam e mudam de vida. Muitas viram atletas, crescem, continuam estudando e têm um futuro melhor.

Eles estimam que aproximadamente 300 crianças e adolescentes já passaram pela instituição e que cerca de 25 deles seguiram no esporte.

80_trofeus

Equipamentos e troféus.

O problema é quando os alunos estão com 15 a 17 anos e começam a sofrer pressão em casa para conseguir um emprego. Alguns desistem da carreira no esporte e saem para trabalhar. Infelizmente, alguns são perdidos para o tráfico.

Mas muitos continuam nos estudos, concluem o nível superior e são inseridos no mercado de trabalho. E por isso o projeto vale a pena.


Depoimentos

90_apresentacoes

Nosso grupo de visitas empolgado para ouvir os depoimentos.

Ouvimos os depoimentos de alguns alunos atendidos pelo projeto. Em comum, todos afirmaram que têm uma vida melhor graças ao esporte. Seja por uma simples mudança de atitude, melhoria das relações familiares, mais atenção aos estudos ou novas oportunidades. Dentre as histórias destacamos a do Jessé, ex-aluno do projeto que lançou um livro recentemente.

Ele já fez de quase tudo na vida. Teve um Lava-Rápido que lavava carros, caixas d’água, bicicletas e o que mais pedissem. Já quis ser músico, jogador de futebol e MC. Por ter falhado em muita coisa, achava que não tinha um dom. Foi numa viagem para São Paulo que teve contato com seu primeiro livro e, através de amigos, foi conhecendo cada vez mais a literatura. E sempre ao ler os livros pensava: “Eu posso fazer isso. E posso fazer melhor”.

Saímos de lá cheios de histórias de busca por um dom ou lugar no mundo, de perdas e retomadas, de sucessos e de fracassos, mas todas de pessoas que não desistem, que acreditam em si, nos seus ideias e que se superam a cada dia, apesar das dificuldades. Valores aprendidos com o esporte.

110_projeto

Lute por seus sonhos.

Se a Jeane não fosse até a colônia de férias do SESI, se o Rafael não lutasse por seu sonho de montar o projeto, se eles desistissem em algumas das inúmeras dificuldades que já tiveram ao longo desses anos, se o Jessé não tivesse a garra para encontrar seu dom, se não fossem todos os amigos que passaram pelo caminho de cada um e que de alguma forma acreditaram em seus projetos pessoais… Se essas coisas não tivessem acontecido, talvez o Jessé, garoto que cresceu na comunidade de Antares e que pichava muros, lavava carros e que repetiu a 7ª série 5 vezes não tivesse encontrado seu dom e se transformado em um escritor com seu primeiro romance publicado pela maior editora do país e que hoje viaja para contar sua história e inspirar outras pessoas.


Doações

A rede E-Solidário entregou para o projeto:

  • 72 quimonos novos.

120_doacoes0

Quimonos doados ao projeto.

130_doacoes3

Alunos com as doações.


Até a próxima

Nossos heróis solidários com os guerreiros do grupo de visitas.

140_ateAProxima

Belo registro.

Obrigado, amigos solidários. Até a próxima!

150_institutoSantaCruzDeEsportes

:D

Abraços Solidários,
Rede E-Solidário – Conectando necessidades a oportunidades através de pessoas solidárias.
http://www.e-solidario.com.br

Categoria: Visitas E-Solidário `
Link pare este post 4 comentários
Compartilhar: